terça-feira, 14 de julho de 2009

         Não é por falta de palavras, é simplesmente por falta de vontade. Eu me entrego aqui e, de certa forma, entrego outras pessoas, e em troca recebo elogios verdadeiros que, sinceramente (e desculpem pelo ''sinceramente''), não me compensam mais. Sei que parece desmerecimento, mas juro que não é. Eu sempre tô querendo mais, é natural já. Acho que vocês, amigos imaginários, não podem dar não. Só se pudessem, talvez. Bom, sei que há quem venha aqui diariamente procurando algo bonitinho pra ler, mas é isso aê. 
        De repente a solidão ficou muda. E esse silêncio é extremamente pretensioso.

3 comentários:

Ana Julia disse...

Eu não venho aqui diariamente procurar algum texto bonitinho.
Eu venho aqui de vez em quando, sinceramente (desculpe-me pelo "sinceramente") procurar insipiração, algo que passe mei tédio, algo pra simplesmente ler, ou pra complexamente sentir.

Jaya disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
João Romova disse...

fica em silêncio, e em paz, então rapaz...