sexta-feira, 9 de janeiro de 2015

Um Pé De Quê.

Poesia é fruta que dá em árvore alta
Um poema demora léguas pra amadurecer
Sou afobado e não espero eles voarem
Prefiro escalar, subir até seus galhos
Eu opto pelo risco da queda em falso
Faço ménage com o perigo e a dúvida

As letras que busco maturam em mim
Tímidas, elas amolecem à minha vista
Exalam cheiros enquanto viram palavras
A poesia crua desregula os sentidos
Faz a vida ser possibilidade razoável
Faz a gente falar como os passarinhos

2 comentários:

Simone Lima disse...

Tua poesia é incrível!!

Bjoo'o

Gyzelle Góes disse...

A língua dos pássaros, da poesia, tudo você dá forma.