segunda-feira, 29 de dezembro de 2014

Aparição.

Fotos são tempo enclausurado
Pedaços de passado fragmentados
Videos são unidades maiores
Todos, um dia, seremos apenas fotografias
Quem tiver sorte, também será alguns frames nostálgicos

Somos breves
Sobreviveremos em papeis fotográficos apodrecendo,
Em bytes de super servidores escondidos pelo Google ou sei lá quem,
Em HDs, Pen Drives, oxidando devagarzinho

Uma vez eu fotografei um unicórnio
Mas a luz não reflete em unicórnios
Eles têm luz própria e o sensor da minha câmera não o reconheceu
Fotografei o invisível e o guardei
Ninguém entende a minha fotografia
É difícil decifrar o tempo.

2 comentários:

Simone Lima disse...

Não temos uma relação muito harmoniosa. O tempo e eu. Vivo sentindo que ele não tem paixões e isso me afeta profundamente, justamente porque somos breves... Eu diria que é imensamente difícil decifrá-lo.

Muito bom, Tiago! Como sempre!

Beijoo'o

Renato Ziggy disse...

"Tudo é ilusão."

;*